Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007
Petição para alteração dos limites no radares em Lisboa
Neste endereço, podem encontrar uma petição dirigida ao presidente da Câmara de Lisboa, solicitando que os limites de velocidades nos radares, recém instalados, passem de 50 para 80 km/h pois "são uma verdadeira aberração. "

É que circular a 50 km/h "Dá sono, propicia distracções, provoca travagens bruscas e emperra visivelmente a circulação. "

E continua assim "Em Lisboa, o limite de 50 km/h foi imposto precisamente nos locais onde, pelas características da rodovia, os lisboetas podiam, depois de muitos engarrafamentos, andar um pouco mais depressa sem correr grandes riscos. "

Como tal " Vimos por este meio exigir ao recém eleito Presidente da Câmara de Lisboa"..."que tome as medidas necessárias para converter o actual limite dos 50 km/h para os 80 km/h" em determinados casos onde há múltiplas faixas.

Em primeiro lugar, queria dizer que esta petição é uma AUTÊNTICA ABERRAÇÃO e digo isto, porque as justificações apresentadas não têm qualquer cabimento, pois:

  • 50km/h é o limite imposto no Código da Estrada dentro das localidades;
  • 80 km/h não é limite para nada, quando muito seria para 90 km/h, mas para isso essas estradas tinham de ser consideradas vias rápidas;
  • em cidade 50km/h jamais dá sono, pois há imensas paragens e trânsito para a viagem ser monótona;
  • o Presidente de Câmara não tem jurisdição acerca dos limites de velocidade impostos por lei, seja onde for.
E por último, uma petição ou seja lá o que for, tem regras, vocabulário e maneiras de ser apresentada, pois esta é vergonhosa.

Para a próxima, deveriam consultar um advogado, especialista em trânsito rodoviário para dirigir o texto a apresentar numa coisa destas, assim para além de passar a ter fundamento jurídico, sempre se fazia melhor figura.

Esta petição é patética.



tags:
publicado por Nick às 12:56
link do post | favorito
De Maria A. a 1 de Novembro de 2007 às 21:41
A velocidade imposta de 50km/hora em muitos dos locais onde funcionam os radares é risível... ou tem em mira o roubo! O roubo do Estado não deixa de ser roubo! Além disso, circular a 50 km/h em certas vias é muito perigoso porque dá muitíssimo sono. Tenho carta há muitos anos, nunca tive um acidente e nunca pessoalmente me assaltou tanta sensação de perigo. Este limite é insensato, mal estudado, psicologicamente contraproducente e, provavelmente, apenas mal intencionado: cobrar um imposto extra aos cidadãos. Com uma agravante moral que não é despiciente: o de ser de uma hipocrisia afrontosa. Certos serviços do Estado são equipados com um mapa de radares para evitar a multa. Quer dizer que o próprio Estado tem consciência de que os radares não são feitos para moralizar o trânsito. São puro meio de espoliar o próximo.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Setembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
.posts recentes

. Semana Europeia da Mobili...

. Medidor de pressão dos pn...

. O futuro....

. Petição para alteração do...

. Nissan Motor vs Nissan Co...

. Citroën Urgência

. ICE e o INEM

. 29 maneiras de como poupa...

. Radares de Lisboa

. Salão Internacional do Au...

.arquivos

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.visitantes
.fale comigo
blogs SAPO
.subscrever feeds